Eles andam por aí…

Numa altura em que o conflito ucrâniano parece estar num impasse, a Aliança Atlântica lança um novo exercício multinacional envolvendo vários ramos das Forças Armadas dos Estados-membros. E é na Roménia que a operação terá lugar. Lisboa acaba de aprovar o envio de quatro F-16 para espaço aéreo romeno.

Bucareste, que em tempos esteve sob influência directa de Moscovo, foi recentemente ameaçada de invasão por Vladimir Putin, Presidente russo.

F16 - Força Aérea Portugesa. TODOS OS DIREITOS AO SEU AUTOR.

Noticía o Público:

Conselho Superior de Defesa dá parecer favorável ao envio de quatro F-16 para a Roménia

Este órgão deu ainda luz verde à participação de um batalhão de infantaria mecanizada em exercícios “de postos de comando” e “reais”, em 2016, no âmbito das “forças de resposta” da NATO.

O Conselho Superior de Defesa Nacional (CSDN) deu nesta quinta-feira parecer favorável ao envio de quatro caças F-16 para a Roménia, por um período de dois meses, no âmbito de uma missão da NATO.

De acordo com um comunicado distribuído no final do encontro, na reunião extraordinária do CSDN foram analisadas três propostas do Governo relativas a “preparação, treino e actividade em operações militares” no âmbito da NATO, que mereceram parecer favorável do Conselho.

A primeira proposta dizia respeito ao “estacionamento e base operacional na Roménia” de quatro caças F-16, durante dois meses, no âmbito das “medidas de tranquilização” da NATO.

A segunda proposta era relativa à realização de “um grande exercício” da NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte, OTAN na sigla em português), que se desenrolará em Portugal no último trimestre deste ano.

O exercício deverá envolver “significativos meios dos três ramos das Forças Armadas portugueses” e, pelo menos, 13 países da Aliança.

O CSDN deu ainda parecer favorável à participação de um batalhão de infantaria mecanizada “em exercícios de postos de comando e exercícios reais”, em 2016, no âmbito das “forças de resposta” da NATO.

O CSDN é o órgão consultivo do Presidente da República para os temas da Defesa, reúne periodicamente, e inclui os titulares das pastas da Defesa, dos Negócios Estrangeiros, da Administração Interna, das Finanças, da Indústria e Energia e dos Transportes e Comunicações.

É composto ainda pelos quatro chefes militares das Forças Armadas, os representantes da República para as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, os presidentes dos Governos Regionais dos Açores e da Madeira, o presidente da Comissão Parlamentar de Defesa e outros dois deputados da Assembleia da República.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s