Sighişoara, a Óbidos da Roménia

Se é verdade que todos os países têm a sua própria Veneza, também podemos dizer que todos devem ter uma Óbidos. E a Roménia não é excepção. Encerrada no coração da Transilvânia, esta pequena localidade transporta-nos até à Idade Média. Reza a História que foi aqui que Vlad Tepes, o famoso Conde Drácula nasceu. Mas, em contraponto à tão fria e mórbida história do Conde, Sighişoara abre-se ao visitante cheia de cor, terraços com esplanadas e, no cimo dos 429 metros do Monte Escola, vistas fantásticas sobre todo o casario antigo e as montanhas em seu redor. E uma curiosidade que vai deixar todos os falantes de língua portuguesa surpreendidos: a Igreja do Monte, em estilo gótico e restaurada recentemente, tem informação super completa sobre a sua história em Português (não, não foi traduzido pelo Google, foi Guilherme Moreira)! Mas para lá chegar teremos de subir os íngremes 175 degraus de uma escadaria que mantém a estrutura de madeira que a protege desde que foi construída, em 1642.

Construída nas bases de uma antiga povoação romana, Castrum Sex, Sighişoara cresceu ao longo dos séculos sob influência de húngaros e alemães. Chegou mesmo a ser uma das maiores e mais importantes cidade da Transilvânia. Durante a Idade Média floresceu como importante centro comercial da região. Actualmente, a cidade, com cerca de 28 mil habitantes, é uma das últimas localidades fortificadas da Europa de Leste a ser permanentemente habitada.

Sighişoara localiza-se a sensivelmente 290 quilómetros de Bucareste.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s