PELOS CAMINHOS DA ROMÉNIA: CRAIOVA

Hoje vamos para Sul. Entre mim e o Danúbio, nas vastas planícies da velha Valáquia Menor, encontro a cidade de Craiova. Localidade histórica, já com a raia búlgara e sérvia por perto, esta é uma das maiores urbes do país, centro industrial e stop obrigatório para quem se encontra nestas paragens.

Setembro de 2014: depois de um jantar rápido, as assistentes de bordo desligaram as luzes da cabine. Adormeci. Quando voltei a abrir os olhos, já a madrugada ia avançada. Tínhamos deixado Lisboa há já quase três horas e meia. Pela janela do A320 da TAP vejo, lá em baixo, uma grande mancha laranja. Olhei para o mapa e estávamos a sobrevoar Craiova. Pouco tempo depois aterraríamos em Bucareste, mas na minha memória ficaria aquele clarão no meio da noite; o primeiro pedaço de terra romena que havia visto.

Passou mais de um ano até, finalmente, visitar Craiova. À boleia da volta a Târgu Jiu, o caminho de regresso à capital tinha de implicar, obrigatoriamente, uma paragem nesta cidade do Sul do país.

Centro histórico, económico e político da Olténia, o ocidente da província histórica da Valáquia, Craiova granjeou fama e importância ao longo de vários séculos. Localizada numa vasta planície, a região foi sempre propícia à agricultura. Estando no cruzamento de vários impérios, a cidade foi sendo sucessivamente governada, pilhada, destruída e reconstruída por diversos impérios: romanos, otomanos, austro-húngaros, até ser incluída, definitivamente, no Reino da Roménia.

Na década de 60 do século XX, em pleno regime comunista, a cidade assistiu a um forte impulso do seu sector industrial. Ainda hoje, Craiova permanece como um dos mais importantes pólos industriais do país, com especial destaque para a indústria automóvel.

Actualmente, a urbe conta com cerca de 300 mil habitantes, tornando-a a sexta maior cidade romena. A par do sector industrial, a sua famosa universidade e o clube de futebol FC Universitatea Craiova (que entretanto foi extinto) são nomes que colocam Craiova no topo dos noticiários do país. O seu centro histórico, recuperado recentemente, é o principal atractivo para os turistas que visitam a cidade.

Vamos nós também visitar a cidade!

Nota: devido a um pequeno problema técnico, as fotografias que tirei não ficaram gravadas no computador. Por isso, as imagens aqui utilizadas foram retiradas da Wikipédia.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s