A senhora está de saída?

Os protestos da passada sexta-feira, 10 de Agosto, parecem não ter tido qualquer efeito. Apesar da violência policial, o Governo continua de pedra e cal. Contudo, pela primeira vez, uma das principais vozes de apoio ao líder dos sociais-democratas, Bogdan Chirieac, veio a público sugerir a saída da Primeira-Ministra Viorica Dăncilă. Com a Presidência do Conselho da União Europeia ao virar da esquina, que Governo estará cá para presidir à máquina europeia?

Read More A senhora está de saída?
Anúncios

Há linhas que nos (des)ligam

No ano em que a Roménia celebra o seu primeiro centenário, pergunto-me se a inexistência de uma rede de auto-estradas poderá ser motivo para a falta de integração regional. A resposta não é clara. Mas olhar para o mapa da Eunião Europeia, e constatar a falta de infra-estruturas rodoviárias no país, leva-nos a pensar sobre o que é feito de tantos milhões de fundos comunitários. 

Read More Há linhas que nos (des)ligam

Um país entre Reis

Ferdinand e Carol são dois nomes maiores na História da Roménia. Monarcas, Reis de um reino que se estendia para lá dos Cárpatos, governaram o país e deixaram a sua marca. Hoje, a República não esquece os seus nomes. Em Bucareste são nome, entre outros, de duas boulevards. Percorrer estas duas vias é uma autêntica viagem pela história da Roménia: o histórico, o clássico e o moderno; o melhor e o pior de uma sociedade que, pela sua posição geográfica, é um misto do mundo latino e eslavo, sem nunca esquecer as vizinhas Turquia e Grécia. Vamos caminhar?

Read More Um país entre Reis

Às voltinhas na serra (ou como vencer a Transfăgărăşan)

Nos míticos Cárpatos, na fronteira entre as velhas províncias da Valáquia e da Transilvânia, fica uma das mais fotogénicas estradas de montanha do mundo. Construída para defender a Roménia de uma potencial invasão soviética, hoje a Transfăgărăşan é sinal de paz e motivo de atracção para milhares de condutores que todos os Verões entopem os 90 quilómetros de curvas e contra-curvas. Esta não é uma visita para estômagos sensíveis!

Read More Às voltinhas na serra (ou como vencer a Transfăgărăşan)

PAREDES PINTADAS

Bucovina, esta região no Nordeste da Roménia, paredes meias com a Ucrânia, é rica em arquitectura religiosa. Mosteiros ortodoxos, pequenas fortificações vistas do exterior, mas amplos espaços de meditação no seu interior. E é no interior destas pequenas fortalezas que encontramos dezenas de igrejas conhecidas pelas suas paredes exteriores completamente pintadas com cenas que nos remetem para o Antigo e Novo Testamento. Sinais de fé numa região de cruzamento de impérios. Hoje falamos de paredes pintadas, mas não se tratam de graffiti. Vamos conhecer a Rota dos Mosteiros da Bucovina.

Read More PAREDES PINTADAS

QUANDO A NATUREZA ESCREVE DIREITO POR LINHAS TORTAS

Os anos oitenta foram profícuos em grandes projectos de infra-estruturas na Roménia. Sob comando de Nicolae Ceaușescu, Bucareste deveria ficar ligada, por meio aquático, ao Danúbio e, deste, ao Mar Negro. Um plano gigantesco que a Revolução de 89 deixou para trás. E para trás ficou também uma ferida às portas da capital: um enorme reservatório de água que nunca serviu o propósito para o qual foi construído. O estado de degradação tornou o espaço num cenário de filmes de terror, mas com o passar do tempo a Mãe Natureza tratou de resolver uma das cicatrizes do antigo regime. Quem diria que Văcărești se pudesse transformar num parque natural? É isso que vamos hoje descobrir.

Read More QUANDO A NATUREZA ESCREVE DIREITO POR LINHAS TORTAS

VOLTAMOS AO PRIMEIRO!

Voltamos ao Primeiro de Dezembro e, desta vez, Roménia e Portugal celebram a data em uníssono. Um marco histórico que marca há décadas (centenas de anos para os portugueses) a História dos dois países. Hoje, aqui em Bucareste, as Forças Armadas desfilaram nas largas avenidas do Norte da capital. Meios terrestres, aéreos e 3000 soldados, alguns de forças aliadas, exaltaram o orgulho romeno. Misturei-me no meio da multidão, no meio de um mar de tricolores, para sentir o bater patriótico romeno. Mas o que celebram os romenos?

Read More VOLTAMOS AO PRIMEIRO!

A ÚLTIMA MORADA

Paredes meias com o Parque Tineretului, esconde-se atrás de um pequeno muro decorado com repetidas cruzes brancas o Bellu. Passaria despercebido não fosse este o mais importante cemitério de Bucareste. Se de Lisboa falássemos, este seria o irmão do Cemitério dos Prazeres. Entre heróis da literatura, da história, da música, das guerras e da política, uma visita a este cemitério é uma viagem à arquitectura funerária da Roménia, num passeio que reúne famosos e anónimos ao longo de três séculos.

Read More A ÚLTIMA MORADA