Deslocar-se em Bucareste

METROPOLITANO

O Metro de Bucareste é a forma mais rápida e segura de chegar aos principais locais da cidade. Com praticamente 70 quilómetros de extensão, a rede transporta em média, segundo dados oficiais,  600 mil passageiros por dia.

Mapa do Metro de Bucareste

A primeira linha, M1 – Linha Amarela, abriu ao público apenas em 1979. As estações são simples e parcas em grandes decorações. São contudo bastantes eficazes na movimentação rápida de pessoas. Originalmente a rede de metro foi concebida para substituir a rede de transportes públicos da capital romena que já não respondia eficazmente às necessidade da cidade.

As linhas vermelha e a azul atravessam a cidade nos eixos este-oeste e sul-norte, respectivamente, e são a forma mais rápida de ligar os extensos bairros suburbanos ao centro da cidade. A linha verde, a mais pequena, liga os subúrbios do noroeste de Bucareste com a sua principal estação de caminhos-de-ferro, a Gara de Nord. A linha amarela, apesar de parecer, não é uma linha totalmente circular. As estações Dristor I e II são independentes e não permitem a circulação de comboios entre elas. As estações são normalmente muito afastadas umas das outras. As novas linhas em construção e em planeamento vão alterar este paradigma, permitindo que o centro da cidade passe a ser servido de uma forma muito mais eficiente.

As principais atracções turísticas ficam a pouca distância das estações assinaladas dentro dos rectângulos.

A linha M5 e parte da M4 estão em construção. A linha M6, que incluí a ligação ao aeroporto internacional de Bucareste, está em fase de planeamento.

Bilhetes e composições

Podem ser adquiridos em todas as estações, através das bilheteiras tradicionais ou em máquinas automáticas. O pagamento com cartões nas bilheteiras tradicionais está limitado a algumas estações. Certas máquinas automáticas apenas aceitam pagamentos com cartões de débito/crédito; outras apenas dinheiro. Nota para a não existência de Multibancos (ATMs) dentro das estações.

Os bilhetes de duas viagens (5 Lei), dez viagens (20 Lei) e diário (8 Lei) podem ser utilizados por mais do que uma pessoa de forma consecutiva, sem limite de tempo entre cada validação.

As carruagens são modernas, mas o uso massivo deste meio deixa pouco espaço para os passageiros durante as horas de ponta. Durante as horas de ponta a cadência entre composições chega a ser de apenas um minuto em algumas linhas. Apesar de serem as mais recentes, as composições da linha azul (M2) não disponibilizam ar condicionado. No Verão, o uso do metro nem sempre é o meio preferencial (mais informações aqui). O Metro é normalmente um lugar seguro.

ELÉCTRICO

145 quilómetros de linhas de eléctricos ligam vários pontos da cidade, especialmente onde o metro não chega. A extensa rede é gerida pela RATB. Os bilhetes são muito baratos, mas um dos maiores problemas deste meio – que deveria ser rápido – é o facto de normalmente as composições ficarem bloqueadas nos engarrafamentos da cidade.

ratb

TÁXI

Estão por todo o lado, são baratos e os seus carros são dos mais coloridos na cidade: os táxis. Estes carrinhos amarelos, muitos deles orgulhosos Dacias Logan do início deste milénio, percorrem a cidade de lés-a-lés, com preços sempre imbatíveis, mas com um estilo de condução diabólico! Viajar neles é sempre uma viagem cultural interessante, especialmente quando apanhamos pela frente algum condutor menos desenvencilhado nas artes da condução!

Aconselho a chamar um táxi através de uma aplicação online. Muitas vezes, quando se apercebem que transportam um estrangeiro, tentam negociar um valor maior do que o legalmente fixado. Os preços começam a partir de 1,39 Lei por quilómetro, não sendo cobrada tarifa extra pelo transporte de malas. A simpatia dos taxistas anda pelas ruas da amargura, sendo normal não responderem a um “bom dia” ou “boa tarde”.

Táxi do aeroporto para Bucareste

À chegada ao aeroporto de Bucareste, se precisar de utilizar um táxi, procure pelos dispositivos para chamar um táxi junto à saída do terminal das chegadas. São pequenos ecras tácteis, situados junto a ATMs (Multibancos), onde o passageiro opta pela companhia e pela tarifa a pagar. Esta é a única forma segura de apanhar um táxi para a cidade. Guarde o talão que é impresso com o número do táxi.

UBER

Está disponível por toda a cidade. Os preços são mais altos que os da maioria dos táxis, mas em contrapartida temos maior comodidade. Por experiência própria, muitos condutores falam inglês. Aspecto negativo para a falta de orientação de quem nos conduz quando o destino não é familiar (mesmo com as indicações de GPS activas!).

17 Replies to “Deslocar-se em Bucareste”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s